retrato chamalú

Quem é Chamalú?

CHAMALÚ prefere descrever-se a si próprio: encontro-me reclinado na rede da fugacidade, suspenso entre duas eternidades que pressinto. Nasci à beira da morte, a bisavó indígena quéchua devolveu-me a vida, semeando simultaneamente as sementes da sabedoria ancestral, no jardim do meu coração. Na adolescência, o meu fervor por compreensão converteu-se numa crise existencial, atravessei o túnel obscuro com a ajuda de um curandeiro ancião, um guardião de uma sabedoria secreta que me adoptou como aprendiz. Ao falecer dois anos depois, busquei mais avós e avôs, indígenas sábios para me sentar a seus pés, essa foi a minha primeira e melhor universidade, em aulas naturais na forma de montanha, deserto ou selva. Dei a oportunidade à civilização, ao estudar diversos cursos universitários, ratificando a minha discrepância com a atual forma de pensar e viver. Sou um artesão da palavra, um guardião da vida, pelas minhas veias circulam galáxias, vivo apaixonadamente cada instante, habito o presente com reverência, sou viciado em felicidade, em solidariedade expressa e no estilo de vida escolhido.

 

CHAMALÚ é um homem de sabedoria que une o ancestral ao contemporâneo, o sagrado ao mundano, o interno ao externo. CHAMALÚ é um místico hedonista, um filósofo da vida, um sonhador prático, um poeta vivencial, um líder visionário que sonha um mundo novo e vive em coerência com esse desejo.

 

Desde a sua adolescência foi um rebelde, um dissidente, um sonhador prático. Foi pioneiro da Ecologia Social na Bolívia, na década de 80, fundador do MOVIMENTO ECOLOGISTA PACHAMAMA UNIVERSAL em Maio de 1982. Em Setembro de 1990, fundou com recursos próprios a COMUNIDADE JANAJPACHA, um ashram xamânico, uma escola para aprender a viver, um espaço de ecologia vivencial, por onde passaram milhares de aprendizes descobrindo o que era a vida, outra coisa. CHAMALÚ foi o Diretor da revista Ecotopia, Diretor do Centro de Cura Andino, co-fundador da ESCOLA DA FELICIDADE (escola virtual), guia da comunidade virtual CAMINHANDO COM CHAMALÚ. Palestrante internacional, já deu mais de onze mil conferências em cerca de mil cidades dos cinco continentes, autor de 70 livros, guia inspirador para centenas de milhares de pessoas pelo mundo inteiro

Chamalú junto arbol

O QUE PROPÕE CHAMALÚ?

CHAMALÚ começa por nos mostrar que não nascemos completos, que esse é o preço da liberdade, que não nascemos sequer humanos, que é mediante uma educação consciente e um trabalho interior que cresce a consciência e começamos a compreender a vida, o propósito de estar aqui, a missão que explica a evolução da consciência, que é a continuação do que vimos a desenvolver desde outros tempos.

Propõe uma filosofia de vida onde a vida é o mais importante, reivindica a importância de aprender a desfrutar, ser feliz, a amar, a ser livre, a estar em paz e ter saúde duradoura. O que ensina aponta nessa direção, envolvido em linguagem poética, cativa corações e desperta consciências. Propõe uma filosofia de vida onde o crescimento consciente esta garantido e o prazer em viver é algo natural e quotidiano.

Recuperada a sensibilidade, reconstruído o poder interior, propõe que nos conheçamos de tal modo que possamos controlar a nossa energia, as intenções e emoções, as relações e todas as decisões, com a perfeição do guerreiro, na perspectiva de um caminho de aprendizagem, convertido num estilo de vida criativo, ancorado na nossa missão.