29 Jun

Não sejas uma cópia, sê original

Deste-te conta de que a maioria dos jovens não são originais, repetem comportamentos e atitudes aprendidas e mais, fazem-no sem se dar conta nem se permitir refletir a respeito desta situação? Nesta época pareceria que já tudo estava inventado e descoberto, que os que nasceram recentemente estão condenados a repetir e imitar. Mas isto não está certo, a vida é uma possibilidade infinita à criação e invenção, tu mesmo podes reinventar-te com frequência e surpreender as pessoas que te conhecem. Para isto, é necessário propor-se a recuperar essa capacidade de ser original, isto é deixar de copiar, de imitar mecanicamente e começar a inventar e inventares-te a partir das tua próprias ideias, inspiradas, isso sim está bem, em leituras ou observações, as adaptadas a ti. Não copies, cria, disfrutarás mais do processo e disfrutarás de ser diferente, de ser tu mesmo.

Muitos jovens sofrem (e é em vão este sofrimento) esperando ter mais idade, ser compreendidos ante a impossibilidade de tornar realidade o seus maiores sonhos. Este sofrimento é desnecessário, em troca o que necessita o jovem é preparar-se e descobrir tudo o que lhe faz falta para conseguir o que quer. Nada de dor nem sofrimento. A juventude é uma época de exploração, de investigação, pouco a pouco o jovem necessita de ir perdendo a ingenuidade e ao mesmo tempo aumentar a sua capacidade de sonhar. Não requeres justificações, não necessitas de mediocridade em nenhum sentido mas de encarar com valentia as perguntas principais, aquelas que te permitem conhecer-te, definir-te e finalmente, triunfar na vida. Uma proposta à altura destes diálogos: converte-te num maestro da liberdade, necessitas de mais liberdade que os outros para poder ser tu mesmo, esse ser original que não necessita copiar, porque está atento, formulando-se o tempo inteiro para ser o melhor que pode chegar a ser.

Ser jovem é algo transitório mas assegura-te que é algo espetacular, que não te influenciem muitos jovens atuais que se deixaram apanhar por modas frívolas, que só procuram outros jovens repetitivos e imitadores. Tu não podes dar-te o luxo de desperdiçar esta oportunidade chamada juventude, mas não se pode ser um jovem brilhante sem preparação. Preparar-se integralmente é a melhor decisão. Outra coisa que me serviu muito e me ajudou a triunfar na vida, é que educação não é algo que ocorre somente na escola, colégio ou universidade, a educação ocorre sempre e isto deves garantir tu próprio. Onde quer que estejas, tens de estar a aprender e a crescer, formando-te com tudo o que te aconteça, não há férias para a aprendizagem, não há descanso, é permanente e ininterrupto. A vida mesma é a principal e maior escola e nela, só faz falta que haja aprendizes inteligentes, capazes de aprender de qualquer coisa que lhes aconteça. Assim deixa-te de tonteiras, não é necessário teres receio, tudo é provisional durante a juventude, por isso podes celebrar presenças e ausências com a mesma intensidade e alegria. Estás disposto/a a ser tu mesmo/a? Uma cópia não vale nada, mas um original é valioso, é uma joia no meio de tantas copias sem valor. Para ser original tens primeiro de tomar a decisão de o ser, o resto é começar a fazê-lo. Sabes, a melhor maneira de fazer algo, é fazê-lo, sem procrastinar e sem demora, que não te interesse se é fácil ou difícil, o jovem inteligente não se detém perante a dificuldade, ao contrario, os desafios o estimulam e cresce com tudo aquilo que aos outros os desanima.

CHAMALÚ

CHAMALÚ é um homem de sabedoria que une o ancestral ao contemporâneo, o sagrado ao mundano, o interno ao externo. CHAMALÚ é um místico hedonista, um filósofo da vida, um sonhador prático, um poeta vivencial, um líder visionário que sonha com um mundo novo e vive em coerência com esse desejo.